Image Hosted by ImageShack.us

Não permita que as barbaridades e injustiças do dia a dia nos transformem em verdadeiros palhaços. Ponha a boca no trombone... Envie denúncias... senão... vamos ter de brigar por perucas coloridas e narizinhos vermelhos...!!!

17 setembro 2006

Aff

Olá gente...
Quanto tempo!!!
Pois é... vou tentar explicar...
Estou trabalhando feito um doido (graças a Deus)... embora o salário não seja aquela coisa (infelizmente)... e... sem pensar em horas extras (cargo de confiança)...
Chego em casa... e... mal tenho tempo para tomar um banho e ceiar (o jantar já passou do horário)... e... logo após... caio mortinho na cama (já estão dizendo que sou bom de cama)...
Fim de semana... esquece!!! Sexta à noite... gravo tudo num HD externo... e... passo os dois dias trabalhando em casa... para gravar tudo de novo no HD e levar para o serviço...
O feriadão (quatro dias)... foi a mesma coisa...
Estou só o pó...

Bem... vamos ao que realmente interessa... dois pequenos textos... um de utilidade pública... e... o outro... uma pequena piadinha que mostra qual é o papel do homem nesta vida (e na outra)...


Num curso de "AGENTE DE SAÚDE COMUNITÁRIA" ensinaram que, na hora da queimadura, seja lá a extensão que for, a primeira providência é colocar a parte afetada debaixo de água fria corrente até que o calor diminua e pare
de queimar muitas camadas de pele, e depois, passar clara de ovo, levemente batida, só para que ela seja mais fácil de aplicar.
Pois pasmem vocês: na semana passada, ao aquecer a água, uma amiga deixou passar do ponto; ela já estava em ebulição e, quando pegou a chaleira para jogar aquela água fora, "conseguiu" queimar uma grande parte da mão, porque a água fervente jorrou para fora quando ela tentava manusear a chaleira.
Colocou então a mão em baixo da torneira, bastante tempo, para tirar aquele calor inicial, porque a dor era violenta. Então, abriu 2 ovos e separou as claras, bateu um pouco, e ficou com a mão naquela coisinha chata, que era a clara.
Estava tão queimada a mão que, assim que ela colocava a clara em cima, secava e ficava uma película que depois ficou sabendo que era colágeno natural. Ficou pelo menos uma hora colocando camadas de claras na mão. À tarde, não sentiu mais dor alguma e no dia seguinte apenas havia a marca vermelha arroxeada onde havia queimado. Pensou que ficaria com uma cicatriz horrível mas, para sua surpresa, depois de 10 dias estava sem nenhuma marca
do acontecido, nada...
Nem a cor da pele mudou; aquela parte queimada foi totalmente recuperada pelo colágeno existente na clara de ovos que, na verdade, é uma placenta e é cheia de vitaminas.
Repasse esta mensagem, pois sempre existe alguém que pode precisar.

Tumulto na porta do céu. De repente, São Pedro grita:
- Pessoal, vamos organizar esta bagunça! Quero que vocês formem duas filas, os homens que sempre foram dominados por suas mulheres fiquem aqui, e aqueles que nunca foram dominados por suas mulheres fiquem ali.
Alguns minutos depois, existia uma fila enorme no local dos dominados e somente um sujeito mirradinho no local dos que nunca foram dominados.
- Muito bem! - continuou São Pedro, enfático. - Vocês deveriam ter vergonha! Deus criou vocês à Sua imagem e semelhança e vocês deixaram-se dominar. Mas felizmente, nem tudo está perdido, temos pelo menos um aqui que honrou os desígnios do Senhor. - e virando-se para o sujeito. - Meu amigo, diga para os outros, o que você fez para merecer este lugar!
- Eu não sei, foi a minha mulher que me mandou ficar aqui!

Gostaram??? Espero poder postar em breve...
Em tempo... Loba... continuo sem conseguir abrir teu blog para comentar (grrrrrrrr)... e... Ciça... teu blog abre... mas... quando vou comentar... dá falha geral no explorer e me fecha todas as janelas (aff)...
Célia K... minha querida Célia K... não sabe a falta que está fazendo para nós nesse mundinho virtual... Fiquei feliz demais ao ver teus coments... após todo esse tempo... em meu humilde blog... Por favor... volte a nos brindar com teus maravilhosos posts...
Beijos a todos...

27 agosto 2006

Semelhanças

Olá aos poucos que ainda me lêem...
Estranho... é só a vida real interferir na virtual... e... nos afastar um pouco do blog... e... as pessoas somem...
Aí... você descobre que só te visita quem você visita (escambo???)...
Sempre visitei blogs que não mais me visitavam... mesmo que por muito tempo inativos (meses)... e... sempre deixava uma mensagenzinha... mas... o mesmo não está ocorrendo por aqui...
Parece que a "paixão" passou... mas... tudo bem... consigo administrar isso... já que a vida real está me atrapalhando bastante neste mundo virtual... e... quando se apagar em mim a alegria de postar... simplesmente pararei...
Por oportuno... posto um texto muito interessante e que tem algo a ver com tudo isso...


(Qualquer semelhança com seres humanos que você conheça, pode não ser coincidência...)
Esta é a história de duas criaturas de Deus que viviam numa floresta distante há muitos anos atrás. Eram elas, um cavalinho e uma borboleta. Na verdade, não tinham praticamente nada em comum, mas em certo momento de suas vidas se aproximaram e criaram um elo.
A borboleta era livre, voava por todos os cantos da floresta enfeitando a paisagem. Já o cavalinho, tinha grandes limitações, não era bicho solto que pudesse viver entregue à natureza. Nele, certa vez, foi colocado um cabresto por alguém que visitou a floresta e a partir daí sua liberdade foi cerceada.
A borboleta, no entanto, embora tivesse a amizade de muitos outros animais e a liberdade de voar por toda a floresta, gostava de fazer companhia ao cavalinho, agradava-lhe ficar ao seu lado e não era por pena, era por companheirismo, afeição , dedicação e carinho.Assim,todos os dias ia visitá-lo e lá chegando levava sempre um coice, depois então um sorriso. Entre um e outro ela optava por esquecer o coice e guardar dentro do seu coração o sorriso.
Sempre o cavalinho insistia com a borboleta que lhe ajudasse a carregar o seu cabresto por causa do seu enorme peso. Ela, muito carinhosamente, tentava de todas as formas ajudá-lo, mas isso nem sempre era possível por ser ela uma criaturinha tão frágil.
Os anos se passaram e numa manhã de verão a borboleta não apareceu para visitar o seu companheiro. Ele nem percebeu, preocupado que ainda estava em se livrar do cabresto.
E vieram outras manhãs e mais outras e milhares de outras, até que chegou o inverno e o cavalinho sentiu-se só e finalmente percebeu a ausência da borboleta. Resolveu então sair do seu canto e procurar por ela. Caminhou por toda a floresta a observar cada cantinho onde ela poderia ter se escondido e não a encontrou. Cansado se deitou embaixo de uma árvore. Logo em seguida um elefante se aproximou e lhe perguntou quem era ele e o que fazia por ali.
Eu sou o cavalinho do cabresto e estou a procura de uma borboleta que sumiu.
- Ah, é você então o famoso cavalinho?
Famoso, eu?
- É que eu tive uma grande amiga que me disse que também era sua amiga e falava muito bem de você.
Mas afinal, qual borboleta que você está procurando?
- É uma borboleta colorida, alegre, que sobrevoa a floresta todos os dias visitando todos os animais amigos.
Nossa, mas era justamente dela que eu estava falando. Não ficou sabendo? Ela morreu e já faz muito tempo.
Morreu? Como foi isso?
- Dizem que ela conhecia, aqui na floresta, um cavalinho, assim como você e todos os dias quando ela ia visitá-lo, ele dava-lhe um coice. Ela sempre voltava com marcas horríveis e todos perguntavam a ela quem havia feito aquilo, mas ela jamais contou a ninguém. Insistíamos muito para saber quem era o autor daquela malvadeza e ela respondia que só ia falar das visitas boas que tinha feito naquela manhã e era aí que ela falava com a maior alegria de você.
Nesse momento o cavalinho já estava derramando muitas lágrimas de tristeza e de arrependimento.
- Não chore meu amigo, sei o quanto você deve estar sofrendo. Ela sempre me disse que você era um grande amigo, mas entenda, foram tantos os coices que ela recebeu desse outro cavalinho, que ela acabou perdendo as asinhas, depois ficou muito doente, triste e sucumbiu e morreu.
E ela não mandou me chamar nos seus últimos dias?
- Não, todos os animais da floresta quiseram lhe avisar, mas ela disse o seguinte: Não perturbem meu amigo com coisas pequenas, ele tem um grande problema que eu nunca pude ajudá-lo a resolver. Carrega no seu dorso um cabresto, então será cansativo demais pra ele vir até aqui.
"Você pode até aceitar os coices que lhe derem quando eles vierem acompanhados de beijos, mas em algum momento da sua vida, as feridas que eles vão lhe causar, não serão mais possíveis de serem cicatrizadas".
Quanto ao cabresto que você tiver que carregar durante a sua existência, não culpe ninguém por isso, afinal muitas vezes, foi você mesmo que o colocou no seu dorso.
(anônimo)

Até de repente... ou... até quando o real o permitir...
Beijos...

15 agosto 2006

Pequenas coisas

Olá a todos...
Estou meio afastado (micro pifado... cansaço... etc)... mas... tentando retornar...
Até as visitas minguaram...
Mistéééééééério...

Loba... teu blog abre... mas... os posts não aparecem (só o perfil)... e... assim... não dá para te ler... e... tampouco... para comentar...

Estou postando um texto interessante... leiam... e... aprendam algo com ele...


Um fósforo, um chocolate, uma xícara de café da manhã e um jornal...
Estes quatro elementos fazem parte de umas das melhores historias sobre atendimento que a gente conhece...
Um homem estava dirigindo há horas e, cansado na estrada, resolveu procurar um hotel... Avistou um letreiro, parou e entrou!
Na recepção, uma moça, o cumprimentou amavelmente... Em poucos minutos, o hospede já se encontrava confortavelmente instalado. No quarto, uma cama impecavelmente limpa, uma lareira, um fósforo sobre a lareira, para ser riscado. Era demais!
O homem que queria um quarto apenas para passar uma noite achou que estava com sorte.
Mudou de roupa para o jantar. A refeição foi tão deliciosa, como tudo o que tinha experimentado, até então. Quando retornou ao quarto. Fazia frio e ele estava ansioso pelo fogo da lareira.
Surpresa! Alguém havia se antecipado e, quando entrou o fogo já ardia na lareira.
A cama estava preparada, os travesseiros arrumados e um chocolate sobre cada um.
Que noite agradável aquela!
Na manhã seguinte, o hospede acordou com um estranho borbulhar, vindo do banheiro. Saiu da cama para investigar. Era uma cafeteira, ligada automaticamente por um timer, estava preparando seu café junto um cartão que dizia “Sua marca predileta de café. Bom apetite!”. Era mesmo!
Como eles podiam saber desses detalhes? De repente, lembrou-se no jantar perguntaram qual a sua marca preferida. Em seguida, ouviu um toque na porta. Ao abrir, encontrou o jornal de todos os dias...
Como eles adivinharam? Lembrou-se que a recepcionista havia perguntado qual jornal, ele preferia.
O cliente deixou o hotel encantado, feliz pela sorte de ter ficado num lugar tão acolhedor.
Mas, o que esse hotel fizera mesmo de especial?
Apenas ofereceram um fósforo, um chocolate, uma xícara de café e um jornal.
Nunca se falou tanto na relação empresa cliente como nos dias atuais. Milhões são gastos em planos de marketing e, no entanto, o cliente este cada vez mais insatisfeito. Mudam as embalagens, mas se esquecem das pessoas.
O valor das pequenas coisas conta e muito.
Isto vale também para nossas relações pessoais ( namoro, amizade, família, casamento).
Pensar no outro como ser humano é sempre uma satisfação para quem doa e para quem recebe. Seremos muito mais felizes, pois a verdadeira felicidade está nos gestos mais simples de nosso dia a dia que, na maioria das vezes passam despercebidos.

Aprenderam algo???
Beijos a todos...

29 julho 2006

Sogras

Olá a todos...

Cá estou eu... um pouco ausente... mas... "still alive"... rsrsrs...
Tentarei postar com mais frequência... embora... não seja fácil... além de que o meu micro está meio "pelipacoso" (com pelipaques)... Esta semana... receberei a visita de um técnico que vai tentar dar um jeito nele (formatação e reinstalação de tudo)... espero que dê tudo certo (tem de dar... ele é caro prá c******)... senão... ficarei sem micro...

Ah... tem um post sobre eleições lá no "my God"... dêem uma olhada...

Como a grande maioria dos visitantes é mulher... deixo aqui um post informativo do que está por vir... pois... algumas já são sogras... e... outras... serão um dia...
E os homens... tomem conhecimento do que enfrentarão... rsrsrs...


TIPOS DE SOGRAS

SOGRA TRANQUILA
Nome Cientifico: Sogronis nadelas
Uma espécie bem resolvida. Deixa o filhote livre para namorar sem fazer perguntas. E ainda serve chá com biscoitos quando a(o) conhece. Migra varias vezes por ano, deixando a casa liberada.

SOGRA JARARACA
Nome Cientifico: Sogronis peçonhentus
Essa é um perigo. Sua lingua venenosa acaba com as tentativas de namoro do filhote; o tipo mais comum.

SOGRA QUERIDA
Nome Cientifico: Sogronis simpaticcus
Espécie amorosa, que adota as namoradas(os), escuta seus problemas e torce pelo namoro. Rara e em extinçao, quem captura não solta.

SOGRA INTROMETIDA
Nome Cientifico: Sogronis enxeridis
Se mete quando voce menos espera e adora elogiar a ex-namorada(o) dele(a). Vence sua presa no cansaço. Costuma ir morar com o filhote quando ele(a) se casa.

SOGRA DUPLA FACE
Nome Cientifico: Sogronis falsidis
Faz a linha fina, mas na real quer puxar seu tapete. Nunca faz nada contra você perto do filhão (ona) para que ele(a) não acredite nas suas reclamações. Dê presentes ou arrume um macho para ela voltar a reproduzir.

SOGRA FASHION
Nome Cientifico: Sogronis modernetes
Ela não quer saber quem é você, mas o que você veste. Se você for básica(o), já era. Para ela, nora ideal usa scarpin com meia, customiza o uniforme e faz artesanato com o copo de requeijão.

SOGRA TRABALHADORA
Nome Cientifico: Sogronis workaholic
Ela tem três empregos, faz hidroginastica, adora levar trabalho pra casa e quando você aparece te põe para trabalhar. Para ela, nora ideal tem que fazer tudo o que ela faz e ainda estar sempre sexy
e bem-humorada. Para o filhote dela isso é o mínimo.

SOGRA IDEAL
Nome Cientifico: Sogronis defuntus
Está enterrada a pelo menos 7 palmos do chão.

Então??? Viram o tamanho da encrenca??? rsrsrs...
Se encaixaram em algum tipo??? rsrsrs...

Beijos a todos...

17 julho 2006

ATITUDE INOVADORA

Olá meus abandonados visitantes...
Bem... vocês sabem tudo o que está acontecendo... então... desnecessário se faz apresentar desculpas...

A copa acabou... será que agora o país começa a funcionar???
Nem vou comentar as notícias que tenho visto... pois... não estou afim de estragar a semana de ninguém...

Talvez... o que necessitemos seja tomar uma atitude... então... apresento esse texto (desculpem a caixa alta... recebi assim... e... estou com preguiça de mudar)... vamos ver se ele nos ajuda...


VOCÊ TOMA UMA ATITUDE INOVADORA,QUANDO ROMPE COM VELHOS PADRÕES DE COMPORTAMENTO E SE DISPÕE A EXPERIMENTAR O NOVO, ABANDONANDO CRENÇAS E LIMITAÇÕES, PARA CORRER RISCOS E DESCOBRIR ATÉ ONDE PODE IR...
VOCÊ TOMA UMA ATITUDE INOVADORA, QUANDO APRENDE QUE A PRÓPRIA VIDA RESPONDE ÀS QUESTÕES QUE A ELA SÃO DIRIGIDAS, MAS QUE É PRECISO SABER OLHAR PARA VER... E DESCOBRE QUE TODO PROBLEMA TEM SOLUÇÃO E QUE HÁ SEMPRE UM MODO DE DAR A VOLTA POR CIMA...
VOCÊ TOMA UMA ATITUDE INOVADORA, QUANDO DESAFIA A SUA ZONA DE CONFORTO E AMPLIA A SUA ÁREA DE AÇÃO COM CORAGEM PARA ASSUMIR A RESPONSABILIDADE DOS SEUS ATOS... E SEGUE ADIANTE SEM SE OMITIR DIANTE DA VIDA...
VOCÊ TOMA UMA ATITUDE INOVADORA, QUANDO É CAPAZ DE SE OLHAR NO ESPELHO E DESCOBRIR QUE A CADA DIA VOCÊ SE TORNA UM POUCO MELHOR... QUANDO DESCOBRE QUE A VIDA É UMA DESCOBERTA CONTÍNUA E QUE ESSA É A MAIOR AVENTURA...
VOCÊ EXERCITA UMA ATITUDE INOVADORA QUANDO:
- RESOLVE MUDAR DE VIDA E RECOMEÇAR NO LUGAR ONDE SEMPRE QUIS ESTAR ...
- FAZ UMA RELAÇÃO DE COISAS QUE GOSTARIA DE MUDAR EM VOCÊ MESMO E COMEÇA A REFORMA INTERIOR...
- FALA O QUE PENSA DEMONSTRANDO OS SEUS SENTIMENTOS COM HONESTIDADE SEM BUSCAR APROVAÇÃO...
- ABRE MÃO DO ORGULHO, ASSUME O SEU AMOR E VAI A LUTA DAQUELA PESSOA QUE VOCÊ QUER...
- TEM CORAGEM PARA TERMINAR UM RELACIONAMENTO QUE NÃO FUNCIONA...
- DESCOBRE QUE NÃO É PRECISO SEGUIR PADRÕES PRE-ESTABELECIDOS PARA SER FELIZ...
- JOGA FORA O QUE NÃO ESTÁ FUNCIONANDO NA SUA VIDA...
- NÃO DEIXA QUE OPINIÕES DE FORA O DESENCORAGEM...
- ABRE MÃO DO CONHECIDO PARA SE AVENTURAR NA BUSCA DAQUILO QUE SEMPRE DESEJOU...

Então??? Vamos tomar uma atitude???
Beijos a todos...